sábado, 26 de abril de 2008

Gente nova em casa

Ainda não lhe demos um nome. Foi encontrado chorando em um dos prédios do CCS da UFRJ. Sequer dentes possui, estamos alimentando-o com mamadeira.

Eu ia escrever a respeito da crueldade humana de deixar uma pobre criatura indefesa entregue à própria sorte. Mas como minha irmã o trouxe para casa, mudei de idéia. Acho que ainda há boa-vontade e misericórdia no coração do ser humano.

Portanto, paz na Terra aos homens e mulheres de boa vontade.

Um comentário:

Marcio disse...

Parabéns para a sua irmã por gesto tão nobre.